Escola de Música Tom Maior
  • AREA DO ALUNO

23 Oct /2019

Breu de Violino

Você sabia que, sem breu, um arco de violino não emite som?

Isso mesmo! Isso acontece porque, sem o breu, as fibras do arco deslizam sem aderência nas cordas do violino, fazendo necessário e indispensável o seu uso.

O breu é um tipo de resina que nasce do cerne do tronco de uma árvore da Floresta Amazônica. A árvore expele esta resina naturalmente pelo tronco, como forma de autoproteção, quando é danificada ou picada por um inseto da mata. No princípio o breu tem cor branca e brilhante, lembrando um mineral.

Com o tempo, solidifica-se, formando uma massa dura, esbranquiçada e cinzenta, ou cinza-esverdeada, bastante quebradiça e facilmente inflamável. O breu teve diversos usos na história, principalmente como ingrediente para a calafetação de canoas. Também é usado como defumador e incenso em rituais religiosos e para acender fogueiras.

“Alcatrão” era o nome dado ao produto resinoso líquido que pingava da madeira do pinheiro durante a combustão lenta, ou por aquecimento, em recipiente aberto, da seiva expelida pelas feridas abertas nos troncos dos pinheiros. O breu é o produto parcialmente carbonizado que resulta de um aquecimento mais prolongado do alcatrão.

A porção volátil da resina era a chamada “essência de terebintina” (a aguarrás), e era recolhida cobrindo o recipiente com uma pele de ovelha para reter os vapores; torcendo a pele impregnada, recolhia-se a aguarrás. O termo terebintina provém possivelmente de terebinto, uma conífera utilizada como fonte de oleorresina na Ásia Menor. O resíduo que ficava no pote era o breu.
Por seu turno, o nome de “colofônia”, dado à parte não volátil da oleorresina, derivará de colophon, o antigo nome grego da região costeira da Ásia Menor ocidental onde prosperava a produção de resinosos. A colofônia é vulgarmente conhecida por “pez” ou “pez louro”.

O breu é usado nas cerdas do arco, não nas cordas do violino. É necessário sempre realizar a limpeza do instrumento após cada estudo, pois o breu impregna na madeira e não sai mais. Para garantir a boa qualidade do breu, é importante observar a marca, a procedência, a cor, o nível, e tentar nunca deixar cair, pois quebra muito facilmente.

Com esse monte de curiosidades, não dá pra esquecer de passar o breu né? 

 

  • Voltar
  • Compartilhe